Pacto pelo

desenvolvimento de

vila velha

humana e sustentável

Assevila e vila velha

A ASSEVILA, Associação dos Empresários de Vila Velha, foi fundada em 2007, por iniciativa de um grupo de pessoas que buscavam fortalecer o desenvolvimento e encontrar caminhos para solução problemas comuns.

A Associação é multisetorial, sem conotação ideológica ou partidária e sem fins lucrativos e visa integrar setores para promover o desenvolvimento econômico sustentável do município, melhorando o ambiente de negócios.

SOBRE O Pacto Vila velha

A implementação de uma agenda para o desenvolvimento de uma Cidade não é tarefa fácil.

Existem desafios próprios para sua elaboração, frutos, por exemplo: do ardente dinamismo da cidade – que contrasta com a estabilidade dos planos; da alta complexidade do objeto de análise, ou seja, do altíssimo número de fatores que devem ser levados em consideração – versus a frieza das conclusões registradas em um papel; da amplitude de visão – audição e olfato – necessária para perceber tudo aquilo que é importante perceber; dentre outros.

Sem contar a necessidade de julgar, priorizar, dentre tantos assuntos que tocam as vidas de centenas de milhares de pessoas.

Mas esta fase ainda não é a mais difícil. Experiências anteriores nos informam, com vigor, que a parte mais difícil neste tipo de empreitada é conseguir realizar aquilo que se planejou.

O baixo engajamento das comunidades a estes projetos, deixando de contemplá-los com poder político, a alternância de poder entre nossos representantes Públicos – direcionadores de Políticas Públicas, a dinâmica de interesses atuantes na cidade, dentre outros inúmeros fatores, acaba por arruinar a imensa maioria destas tentativas.
Por isso, decidimos formular tanto um plano estratégico para o desenvolvimento sustentável da Cidade, quanto “uma estratégia para fazer este plano acontecer”; ou seja, este Pacto é a forma pela qual tentamos aprender com as lições de nossos predecessores.

Este parece ser o melhor caminho – bem como o único possível.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

A assinatura deste Pacto tem como objetivos básicos:

  1. Promover e incentivar o alinhamento das políticas públicas e das práticas institucionais e individuais da Cidade com os valores e princípios democráticos para o desenvolvimento sustentável de Vila Velha, buscando potencializar seus recursos para torná-la mais humana, criativa , inteligente e atrativa para negócios, moradia e turismo.
  2. Respeitar as premissas estabelecidas na sessão anterior.

A ASSEVILA, Associação dos Empresários de Vila Velha, foi fundada em 2007, por iniciativa de um grupo de pessoas que buscavam fortalecer o desenvolvimento e encontrar caminhos para solução problemas comuns.

A Associação é multisetorial, sem conotação ideológica ou partidária e sem fins lucrativos e visa integrar setores para promover o desenvolvimento econômico sustentável do município, melhorando o ambiente de negócios.

Não.

Este movimento nasce com premissas inegociáveis. Confira:

  • Não possui vínculo e nem deve ser utilizado para fins político-partidários ou eletivos;
  • É de livre adesão por todos os Cidadãos e instituições com atuação em Vila Velha. Deve prezar pela diversidade e neutralidade ideológica;
  • Deve manter capacidade de diálogo harmonioso com quaisquer instituições políticas, públicas e privadas, independente da orientação ideológica;
  • A assinatura dele significa uma manifestação unilateral de adesão às suas diretrizes, mas não necessariamente a todas, de forma que qualquer parte poderá promover debates para sua melhoria;
  • É resultado e tem como fundamento o diálogo aberto, crítico, propositivo e respeitoso. Este fundamento deve nortear também seus trabalhos e atividades futuras;
  • É vivo e deve caminhar integrado à comunidade de Vila Velha, ajustando-se caso seja necessário para continuar abrigando os anseios e diretrizes da comunidade, no que diz respeito ao Desenvolvimento Sustentável de Vila Velha;
  • Foi concebido em uma Associação Civil Sem Fins Lucrativos e deve se manter sob o manto de uma entidade sem fins lucrativos;
  • São valores dele, ainda, a democracia, a transparência, a ética nas relações público-privadas, a economia de mercado e o desenvolvimento.

O papel do Cidadão (ou seja, de todos nós): podemos conhecer este Pacto e o Plano, ofertar nossas críticas ou contribuições de melhoria a ambos, assinar o Pacto, sugerir em nossos círculos sociais para que outras pessoas também o conheçam, assinem e participem. Podemos defender as ideais aqui presentes, sempre que houver oportunidade. Podemos acompanhar, individualmente ou por meio das atividades coletivas previstas neste Pacto, a realização das ações e projetos previstos no Plano. Podemos cobrar a todos os nossos políticos eleitos, especialmente aqueles em quem cada um de nós votou. Podemos apoiar a Coordenação deste Pacto na construção das estruturas do movimento, ou na sua execução. Podemos ser criativos e auxiliar de forma diferente de tudo isto dito acima, já que este movimento é nosso!

O papel da ASSEVILA (atual Coordenadora do Pacto): Coordenar a governança deste Pacto e atuar na articulação dos agentes responsáveis ou que possam influenciar positivamente para a consecução dos objetivos estabelecidos no Plano. Manter competente trabalho de comunicação, para que o movimento aconteça e cresça continuamente. Respeitar e empenhar seus melhores esforços para que os outros participantes do Pacto também respeitem os compromissos ora assumidos, tanto em relação às Premissas quanto aos seus princípios.

O papel do Poder Público: Conhecer e abraçar o Pacto, subscrevendo-o. É papel dos entes públicos cuidar para que, tanto quanto possível, o movimento integre e oriente as políticas públicas aplicáveis a Cidade. Cabe também a estes signatários a legitimação do Plano através dos meios legais cabíveis, por exemplo incluindo-o no PDU da Cidade (PMVV), além de executar parte do Plano. Também é de sua função colaborar para a execução de Projetos ou ações que não são de sua responsabilidade.

O papel dos agentes da Academia: Além de assinar o Pacto, fazer deste movimento e do Plano para o qual ele advoga um objeto de estudo, sob diversos aspectos, acompanhando-o, oferecendo suas críticas propositivas, interagindo com isto tudo, integrando ou conferindo apoio técnico à governança deste Plano. Cabe também à classe acadêmica a avaliação deste movimento, destacando aspectos positivos e negativos à medida em que forem apresentados. O apoio e a participação da classe Acadêmica neste movimento são fundamentais, cabendo a ela a promoção da integração dele com as salas de aula, os grupos de estudo, os projetos de pesquisa, as mentes inquietas da Cidade e região. Também é papel da academia sugerir e promover debates de alto nível a respeito de aspectos pertinentes ao Desenvolvimento Sustentável de Vila Velha, sem evitar críticas propositivas ao Plano.

O papel das lideranças populares: Conhecer e assinar o Pacto, promovendo o fluxo de comunicação e informação tanto a respeito do Pacto como do Plano de Desenvolvimento de Vila Velha, para toda a Cidade. A participação e apoio das lideranças populares, formais e informais, também são fundamentais, na medida em que cabe a eles a inserção disto na realidade concreta da comunidade. Estas lideranças poderão também colaborar bastante para que as ações de responsabilidade pública e privada, previstas no Pacto, sejam executadas da forma como planejada. A mobilização da sociedade em prol das agendas será essencial, durante todo o caminhar deste movimento.

O papel das lideranças empresariais: Conhecer e assinar o Pacto. Colaborar para que as diretrizes do Plano sejam implementadas, naquilo que couber a seus negócios e a sua realidade. Participar e fortalecer o associativismo na Cidade, se possível, integrando a ASSEVILA. Isso facilitaria, por exemplo, sua contribuição na Governança do movimento. Defender as pautas, conhecer e criticar o Plano, além de contribuir para o desenvolvimento de seu negócio em Vila Velha, são algumas das funções esperadas pelos líderes empresariais. Caberá a eles também manifestar-se sobre entraves legais ao desenvolvimento de seus negócios e que, consequentemente, estão atrapalhando o desenvolvimento da Cidade.

PARTICIPE!

Estamos na era digital, da colaboração, da participação multimeios. Ouvir é muito importante para a construção coletiva.

Participe comentando na versão preliminar do documento e/ou colaborando pelo formulário abaixo.

A versão preliminar está hospedada no Google Drive. Basta clicar aqui que você já vê o documento e pode tecer comentários.

O formulário você pode responder logo a seguir. 

assevila - associação dos empresários de vila velha

Av. Luciano das Neves, 3233/103
Praia de Itaparica – Vila Velha – ES
29102-065

Contato: +55 27 99616-1654
Whatsapp +55 27 99616-1654
atendimento@assevila.org.br

Seja um associado da assevila

Conheça a assevila