Assevila participa de Tribuna Livre sobre desenvolvimento do setor turístico de Vila Velha

A passagem do Dia Nacional do Turismo, nesta quarta-feira (08/05), foi registrada pelo vereador Osvaldo Maturano (PRB), que promoveu uma Tribuna Livre na Câmara Municipal, com a presença de dirigentes da Associação dos Empresários de Vila Velha (Assevila), com o objetivo de discutir as ações e os projetos que a entidade está elaborando, para ajudar a alavancar o desenvolvimento do setor de turismo no município. A Tribuna Livre foi realizada durante a sessão e contou com a participação da presidente da Assevila, Cristal Carvalho; da coordenadora do Conselho de Turismo da instituição, Graziele Reis (que é empresária do setor hoteleiro); e do diretor institucional da associação, Marco Túlio Ribeiro Fialho (que é advogado).

Na abertura da exposição, a presidente da Assevila, Cristal Carvalho, fez uma apresentação geral da entidade, que não tem fins lucrativos, que há 11 anos atua no município sem nenhuma conotação ideológica, política ou partidária; e que possui o título de “Utilidade Pública”, congregando cidadãos e instituições dos mais diversos setores produtivos, com o objetivo de influir e contribuir para o desenvolvimento sustentável de Vila Velha. Em seguida, Cristal listou todos os membros da nova diretoria da Assevila, cujo trabalho completou um ano no último mês de março, sempre focado na integração e na defesa da promoção do crescimento econômico e social da cidade, a partir da melhoria do seu ambiente de negócios.

Segundo a presidente da Assevila, as atividades do órgão são coordenadas por conselhos temáticos, como os de Logística e Infraestrutura; de Turismo; de Economia Criativa; e de Leis e Tributação. Mas devido à passagem do Dia Nacional do Turismo, este setor ganhou maior ênfase na exposição preparada para os vereadores de Vila Velha. Cristal Carvalho falou, ainda, sobre a agenda de eventos da associação e das parcerias estratégicas que continuam sendo mantidas com a iniciativa privada e com o Poder Público (Ministério Público, Câmara Municipal, PMVV e oito conselhos municipais de diversas áreas)

“Participamos propositivamente de todos os debates sobre o desenvolvimento sustentável de Vila Velha, mas também atuamos reativamente, quando necessário, em defesa desta causa. No final deste mês de maio, por exemplo, vamos realizar a sexta edição do ‘Café Empresarial’, onde discutiremos assuntos ligados ao setor de petróleo e gás, que é um ramo produtivo da mais alta importância não só para Vila Velha, mas para todo o Espírito Santo. Além disso, ainda temos nossos ‘Happy Hours’ e no segundo semestre estaremos promovendo um grande seminário no município, para debatermos o tema ‘Turismo como fator de desenvolvimento para Vila Velha’, um evento que será de importância estratégica para a cidade”, informou Cristal Carvalho.

 

Durante a Tribuna Livre da Câmara de Vila Velha, a coordenadora do Conselho de Turismo da Assevila, Graziele Reis, também fez uma apresentação aos vereadores, sobre a importância do seminário que a associação realizará no município, no segundo semestre deste ano, para discutir o tema “Turismo como fator de desenvolvimento para Vila Velha”. Segundo Graziele, o turismo é um importante propulsor de desenvolvimento econômico, além de possibilitar a equação de questões estratégicas, como a preservação ambiental, a melhoria da infraestrutura urbana, o fortalecimento da identidade cultural e a geração de emprego e renda.

Por fim, o diretor institucional da Assevila, o advogado Marco Túlio Ribeiro Fialho, também usou a palavra durante esta Tribuna Livre, para reforçar a importância da parceria dos setores produtivos da cidade com a Câmara de Vila Velha e a PMVV. “Já vimos que Vila Velha está empobrecendo e, por isso, ressaltamos a necessidade de buscarmos alternativas de crescimento econômico, pois Vila Velha não pode viver apenas de transferências constitucionais e de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Hoje, nossa cidade tem meio milhão de moradores, mas não tem receitas e as receitas que possui vêm sendo mitigadas ao longo dos anos. E isso se deve, principalmente, à histórica falta de incentivos do município ao crescimento do setor empresarial. E apesar de Vila Velha possuir o maior índice de consumo do Estado, as maiores empresas capixabas, nacionais e multinacionais não estão no município”, ressaltou.

Segundo Marco Túlio, o trabalho da Assevila visa justamente ajudar a incrementar a economia canela-verde, para que seja possível aumentar a geração de trabalho e renda, melhorar a arrecadação de tributos e simplificar os procedimentos administrativos para que o município possa atrair novos investimentos, novas empresas e novos negócios.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu